10 de fevereiro de 2013

Leaf Hound - Mais uma das "esquecidas setentistas"



Uma pena algumas bandas terem ficado tão esquecidas ou mesmo não terem nem mesmo sido conhecidas... Por outro lado, fica aquele clima de caça ao tesouro e quando ouve-se um som "diferente mas da família", a gratificação é muito boa! Essa banda tem uma pegada muito legal e, com certeza, vale a pena ser ouvida. 

Originalmente formada em 1969 com o nome de "Black Cat Bones", que em suas primeiras formações incluiam o guitarrista Paul Kossof e o batera Simon Kirke, que depois sairam para formar o Free. Logo depois de produzirem o primeiro álbum (Barbed Wire Sandwich) pela Decca, trocaram de vocalista, colocando Peter French no line-up. Logo, o guitarrista Rod Price deixou a banda para integrar o Foghat, quando French colocou seu primo Mick Halls na guitarra. Foi quando mudaram seu nome para Leaf Hound, que tinha a seguinte formação: Peter French nos vocais, Mick Halls na guitarra, Derek Brooks e Stuart Brooks na guitarra e no baixo, respectivamente e Keith George-Young na bateria. 

"Growers...' foi gravado em Londres, em 1970. Logo depois os irmãos Brooks abandonam a banda e entra Ron Thomas no baixo, excursionando pela Europa como uma banda de 4 integrantes, lançando o álbum na Alemanha, em Telefunken. Esse lançamento ocorreu pouco depois de Peter French deixar a banda para se juntar ao Atomic Rooster para o álbum In Hearing Of. French também viria a integrar a banda de hard rock americana Cactus. 

Esse álbum acabou se tornando um ítem de colecionador e foi até considerado o álbum de Rock mais querido para colecionar pela revista Q Magazine. 

Deu pra perceber a "ligaçãozinha" entre grandes bandas dos anos 70??

Não deixem de escutar.