9 de dezembro de 2012


O Rush divulgou ontem em seu site oficial a capa de 2112 Five Point One, reedição do disco 2112 na versão 5.1 Surround Sound Mixes. O material será lançado mundialmente em 18 de dezembro pela Universal Music Enterprises em três formatos: Deluxe Edition, em CD/DVD ou CD/Blueray; e Super Deluxe Edition, com CD, Blueray e um livro de 40 páginas com representações em quadrinhos de cada música do disco.

As versões Deluxe e Super Deluxe terão o CD com o disco remasterizado mais três faixas ao vivo inéditas e o DVD, ou Blueray, com o disco remasterizado em 5.1. Segundo o site oficial da banda as faixas inéditas ao vivo serão Overture, The Temples of Syrinx, ambas gravadas em junho de 1981 em Edmonton, Canadá, e A Passage To Bangkok, registrada em junho de 1980 em Manchester, Inglaterra.

O livro em quadrinhos é obra do artista Tom Hodges, que tem no currículo trabalhos como Star Wars – The Clone Wars, e The Simpson's - Treehouse of Horrors #17.

Lançado originalmente em 1976 o disco foi o mergulho definitivo do Rush no rock progressivo. Sua faixa título conta uma história futurística, que se passa em 2112. Em seu site o Rush brinca que o relançamento sairá em tempo para o 21/12, o dia em que o mundo deverá acabar, segundo alguns intérpretes de uma profecia da civilização maia.

Vindo de quem vem, tenho certeza que a qualidade deve ser simplesmente incrível!!! A tecnologia 5.1 feita com o devido critério, é simplesmente incrível de experimentar!!!

Que belo presente de Natal hein galera!!

5 de dezembro de 2012

Bandas esquecidas dos anos 70 - Fuzzy Duck



Só sei que quanto mais ouço as bandas novas, mais gosto das antigas!!! Ahahaha...
Não percam essa série que eu vou postar de bandas esquecidas dos anos 70. Muitas vezes, foram bandas de um ou dois álbuns, mas, são tão bons que eu acho que nem caberia mais do que isso!!!

Hoje, a banda é a progressiva inglesa "Fuzzy Duck",  formada em 1970 e álbum lançado em 1971. Componentes: Mick Hawksworth do "Five Day Week Straw People" e "Andromeda", Grahame White, tecladista Roy Sharland, Garth Watt Roy e no "bumbo" Paul Francis do Tucky Buzzard (mais tarde do Tranquility).

A banda acabou logo depois do lançamento do primeiro álbum!!!

Vale muuito a pena!!! Abraços a todos!!!