26 de junho de 2009

Dia de 30 horas


Não ia ser má idéia!! Um dia com 30 horas!! Hahaha...
Assim acho que daria tempo de fazer tudo com mais tranquilidade...
Mas, assim que é bom. Deus me livre da paradeira!!!

Amanhã (Sexta 26/06) à noite tem show da Blues the Ville, excelente banda dos amigos de São Carlos, imperdível!!
Quem estiver por esses lados, não deixe de aparecer, é garantia de sucesso. Vai ser no nosso querido "butekão" a Petiskeira. Aliás, uma bela casa, que tem se superado constantemente, mantendo sempre a qualidade do atendimento, da bebida e da comida e do som que rola por lá. Jr e Anderson, vocês estão de parabéns!!!

Abraços e amanhã estaremos por aí!

13 de junho de 2009

Série Ícones do Blues - #1 Sonny Boy Williamson I




Nascido perto de Jackson, Tennessee, em 30 de março de 1914 e morto em 1 de Junho de 1948, Sonny Boy Williamson (John Lee Curtis Williamson), foi um gaitista americano de blues e o primeiro homem a usar o nome “Sonny Boy Williamson”.


Suas gravações originais de gaita eram consideradas “Country Blues, mas logo demonstrou habilidade em fazer com que a gaita se tornasse um dos principais instrumentos do Blues, além de ter popularizado o instrumento pela primeira vez num estilo mais urbano do Blues. Ele costuma ser chamado de "The father of modern blues harp" ou “O Pai da gaita de Blues moderna”.


Sua primeira gravação, "Good Morning, School Girl", foi um dos maiores hits do mercado de discos ('race records') de 1937. Tinha uma popularidade enorme nas audiências negras, por todo o sudeste dos EUA, assim como nas cidades industriais do meio-oeste Americano, como Detroit e a cidade onde residia, Chicago. Seu nome ficou tido como significado da gaita do Blues pela próxima década. Outras gravações famosas incluem "Shake the Boogie", "You Better Cut That Out", "Sloppy Drunk", e "Early in the Morning".


Seu estilo influenciou um grande número de artistas da gaita de Blues, entre eles Billy Boy Arnold, Junior Wells, Sonny Terry, Little Walter, e Snooky Pryor, entre muitos outros. Era, com certeza o mais ouvido e mais influente tocador da gaita de Blues de sua geração. Sua música também influenciou muitos de seus colegas contemporâneos e sucessores não tocadores de gaita, incluindo Muddy Waters (que tocou com ele em meados dos anos 40) e Jimmy Rogers (que em sua primeira gravação, em 1946 tocou gaita, imitando estranhamente o estilo de Williamson); Mais tarde, Rogers gravou as músicas "My Little Machine" e "Sloppy Drunk" de Williamson pela Chess, e Waters gravou "Good Morning Little Schoolgirl" em Setembro de 1963 para o seu LP Folk pela Chess e novamente nos anos 70, quando ele mudou para o selo de Johnny Winter, o Blue Sky, na CBS.


Em 1 de junho de 1948, John Lee Williamson foi morto num assalto num bairro do sul de Chicago, quando voltava de sua performance final no “The Plantation Club” na esquina da rua 31st e avenida Giles, uma taverna a um quarteirão e meio de sua casa, na rua 3226 S. Giles. Dizem que suas últimas palavras foram “Lord have mercy”, ou seja, “Deus, tenha piedade”.


Seu legado tem sido obscurecido na era pós-guerra do Blues por um músico que se apossou de seu nome artístico, Rice Miller, que depois da morte de Williamson gravou muitas músicas populares do Blues pelo selo Checker Records, de Chicago e outros, tendo viajado em turnê pela Europa várias vezes durante o “Blues Revival” do começo dos anos 60.


Williamson está enterrado no local onde ficava a igreja “The Blairs Chapel Church”, a sudoeste de Jackson, Tennessee. Em 1991, um marco de granito vermelho foi comprado por fãs e família para marcar o local de seu enterro. Um outro marco histórico, também colocado em 1991, indica o local de seu nascimento e descreve a influência que ele teve sobre o Blues. Esse marco histórico está localizado ao sul de Jackson, na TN Highway 18, na “esquina” da Caldwell Road.


Acho tão bom que foi um dos meus primeiros post aqui do blog http://rockbluesafins.blogspot.com/2008/04/sonny-boy-williamson-histria-de-um-mito.html

Vejam o link acima. Terão mais um monte de informações. Quanto ao link abaixo, excelentes vídeos (em preto e branco) da época. Achei incrível quando descobri isso tudo no Youtube. Vários vídeos desse, que para mim, tinha que ser o primeiro da galera do Blues!
www.youtube.com/watch?v=DFRMBWgyH-M


Grande abraço a todos!!